Finlândia: presidência da UE antecipa neutralidade carbónica para 2035

por RTP

A União Europeia quer chegar a um acordo para a neutralidade carbónica até 2050, mas alguns estados membros colocam reticências às metas do acordo de Paris.

O assunto é uma prioridade da presidência finlandesa do Conselho da União Europeia, que começou a 1 de julho, e que estabeleceu objectivos para o combate às alterações climáticas muito mais ambiciosos do que no resto da União.

A Finlândia tem 70% do território coberto por floresta e 40 parques naturais que ocupam 1 milhão de hectares. Neles habitam ursos, lobos, linces e alces em harmonia com o homem. Podia ser o retrato do paraíso, mas o problema principal não é diferente do do resto do mundo: a poluição. 

O recém-eleito governo finlandês transportou para as prioridades da presidência do conselho europeu a urgência climática. Avisam que as metas do acordo de Paris são para levar a sério e propõem até prazos mais curtos para a neutralidade carbónica. 

Esta reportagem faz parte do episódio número 35 do "Europa Minha" que pode rever aqui