Ficha Técnica
© 2007 RTP / RTP & RDP AÇores
Diretor: António Maurício de Sousa; Sub-Diretor: Sidónio Bettencourt – Chefe do Gabinete Multimédia Açores: Luciano Barcelos - Desenvolvimento: Gabinete Multimédia
Contactos
Sexta, 18 de Abril de 2014
Pesquisa na RTP Açores - Informação e Desporto

Comentadores /
Cláudia Cardoso

Liberdade, disse ela

Publicado: 2014-04-17 11:55:12 | Actualizado: 2014-04-17 11:55:12
Por: RTP Açores
Liberdade, disse ela

Depois do disparate da semana passada, Assunção Esteves resolveu fazer uma visita “de afeto” à Associação 25 de Abril para emendar a mão. A presidente da Assembleia da República decidiu que os capitães de Abril não discursariam na sessão solene de comemoração dos 40 anos da Revolução. Os militares comunicaram que, sendo assim, não estariam presentes. Quando questionada Assunção respondeu que o “problema era deles”. A segunda figura do país, em matéria de gaffes, soma e segue. Acontece que esta infelicidade discursiva bate naqueles a quem o povo português reconhece pelos seus feitos. Depois do celebrizado episódio da entrevista em que falava de um planeta que os portugueses não conseguiram identificar, lamentando o pouco alcance do “soft power” da Europa e partilhava com o povo o seu medo maior do “inconseguimento”, ficámos elucidados sobre as suas capacidades discursivas. Há aqui uma dificuldade evidente de comunicação. O problema não será dela, mas de quem a escolheu para desempenhar tão altas funções. Às escolhas partidárias subjazem muitas vezes motivos de medíocre alcance e, depois, o desempenho combina, surpreendentemente, com os requisitos que presidiram à escolha. As figuras são postas nos sítios, falam e andam, mas isso não basta. Admira pois que, quando o resultado é um embaraço coletivo, se surpreendam. O medo do “inconseguimento” foi resolvido com o “soft power” do afeto. Vasco Lourenço gostou da visita, embora o impeçam ainda de falar. Por melhor que seja o afeto é incapaz de apagar a impreparação. Passa-lhe apenas a esponja da indiferença. Resta saber se o 25 de abril se fez para assistirmos à mediocridade insustentável dum país inerte, em que a liberdade é sempre um valor a ponderar conforme as circunstâncias e os protagonistas. Num país em que quem governa se impõe pela força e não pela razão. E se faz ouvir sempre pelos maus motivos. claudia.cardoso9@gmail.com

 
Cláudia Cardoso Cláudia Cardoso

Deputada regional, Cláudia Cardoso é cronista da imprensa açoriana e da RDP.

A sua escrita escorreita e realista cativa o leitor.

2014-04-17 11:55:12 Cláudia Cardoso Liberdade, disse ela
2014-04-10 17:14:50 Cláudia Cardoso Admirável mundo novo
2014-04-03 15:39:50 Cláudia Cardoso Sem toque de Midas
2014-03-27 15:30:50 Cláudia Cardoso Nascer português
2014-03-20 16:24:23 Cláudia Cardoso A ida
2014-02-27 16:40:05 Cláudia Cardoso Do avesso
2014-02-20 13:44:14 Cláudia Cardoso Ir de carrinho
2014-02-13 16:50:14 Cláudia Cardoso O que nos une
2014-02-13 16:09:13 Cláudia Cardoso Um país devastado
2014-01-30 16:26:05 Cláudia Cardoso A barulheira
2014-01-23 16:41:03 Cláudia Cardoso Isolados
2014-01-16 12:51:21 Cláudia Cardoso Um murro na mesa
2014-01-09 13:23:58 Cláudia Cardoso A grandeza perdida
2013-12-27 14:25:11 Cláudia Cardoso Prenhe de esperança
2013-12-20 00:28:17 Cláudia Cardoso O tempo Dele
2013-12-13 09:23:47 Cláudia Cardoso Uma questão de ritmo
2013-12-06 10:12:02 Cláudia Cardoso O som do silêncio
2013-11-28 17:15:18 Cláudia Cardoso Soar o alarme
2013-11-21 16:36:02 Cláudia Cardoso Saber de cor
2013-11-14 16:11:08 Cláudia Cardoso Rico país